Meu autor de cabeceira – Neil Gaiman

Antes de mais nada, eu deveria ter postado em uma sexta-feira, mas não consegui. rsrs Então, com dois dias de atraso, quero falar com vocês sobre (tchanan!) Neil Gaiman.

Neil Richard Gaiman nasceu em 10 de novembro de 1960, na cidade de Portchester, no sul da Inglaterra. É considerado um dos maiores roteiristas de quadrinhos dos últimos 20 anos e atualmente mora em Minneapolis, nos Estados Unidos com sua ex-mulher, Mary McGrath, e três filhos: Holly, Michael e Maddy Gaiman.

Foi jornalista e crítico literário. Após ter se tornado amigo do famoso roteirista Alan Moore (ambos antes da fama), Gaiman começou a escrever quadrinhos. Escreveu duas histórias com seu colaborador e amigo Dave McKean: Violent Cases, publicado pela editora inglesa Titan Books, no meio da década de 1980 e Signal to Noise. Mais tarde, firmou um contrato com a DC Comics que resultou na minissérie Orquídea Negra. A mini-série foi um sucesso de público e crítica e gerou um convite para escrever uma revista mensal, revitalizando outro personagem antigo da “Era de Ouro” (período compreendido entre as décadas de 1940 e 1950), ninguém menos que Sandman.

O autor simplesmente redefiniu o personagem antigo, que era um milionário que saía à noite trajando uma máscara de gás, chapéu de feltro e uma capa; e colocava os bandidos para dormir – literalmente – com uma pistola de gás.

Este novo Sandman é a personificação antropomórfica do Sonho, também conhecido como Morpheus, personagem encantado que soprava areia mágica nos olhos das pessoas para elas dormirem ou terem pesadelos, numa referência à mitologia grega. A série começou em 1988 e terminou em 1996, quando Gaiman anunciou simplesmente que a história que começou na primeira edição havia terminado seu curso natural. Todas as 75 edições foram lançadas no Brasil pela Editora Globo, de 1989 a 1998 e hoje elas estão organizadas em 10 volumes (ainda quero falar mais detalhadamente de Sandman, mas ele merece um post separado. hehehe).

Entre suas obras, a maioria publicada pela editora Conrad no Brasil, estão “Deuses Americanos” (American Gods), “Belas Maldições” (Good Omens) -  em parceria com Terry Pratchett; além de “Lugar Nenhum”, “Filhos de Anansi” (Anansi Boys), “O Mistério da estrela – Stardust” (Stardust), “Coraline” (“Coraline”) – esses dois publicados no Brasil pela Editora Rooco, “Coisas frágeis” (Fragile things), Mr Punch, “O livro do cemitério” (The graveyard book), entre outros.

Também vale destacar os Livros da Magia, cujo personagem principal é um jovem chamado Tim Hunter. Muitas pessoas acreditavam que Harry Potter era uma imitação de os Livros da Magia, mas o próprio Neil Gaiman diz que não considera nosso querido bruxo plágio de sua obra.

Em seus trabalhos cinematográficos, encontramos “Mirrormask”, seu filme ao lado de Dave McKean e a Jimmy Hensons Company, que estreou em maio de 2005 nos cinemas; e “Neverwhere“, mini série para televisão que escreveu, e é exibido pela BBC inglesa. Em 2007, entrou em cartaz a animação Beowulf, co-roteirizada por ele, além do longa de Stardust, uma de suas mais aclamadas obras, realizada ao lado de Charles Vess.

Embora não tenha lido todas as suas obras (nem todos os volumes de Sandman), Neil Gaiman tem um espaço de respeito como autor de cabeceira. Autor recomendadíssimo (aliás, vendo agora alguns sites, devo dizer que fiquei muito tentada a comprar algumas obras… hmmm).

 Abaixo os trailers de MirrorMask e Stardust:

 

About these ads

12 respostas em “Meu autor de cabeceira – Neil Gaiman

  1. Ele mora com a ex-mulher??? Mas como, se ele casou de novo, com a Amanda Palmer? Eu confesso que só li Coraline do Neil… presente de aniversário de uma amiga que é super fã dele (ela inclusive conheceu ele esses tempos atrás – ele foi um amor!) e adorei! Estou com American Gods aqui pra ler, acabei comprando numa palestra dele que eu fui por causa dessa mesma amiga. Aliás, eu adorei a palestra dele, porque além de falar sobre o livro, ele falou muito sobre a arte de escrever, a colocando como um outro trabalho qualquer, e também sobre as maravilhas e os horrores das redes sociais como o twitter. Fiquei super curiosa pra ler mais coisas dele depois disso! Você assistiu ao episódio de Doctor Who que ele escreveu, Lu? Os fãs da série dizem que é um dos melhores até hoje!

    • Então, sobre ele morar com a ex-mulher, eu só encontrei uma menção quanto a isso, agora não sei até que ponto a informação está ou não desatualizada. hahaha

      Esse é um autor que eu ia adorar conhecer também – embora provavelmente eu faça papel de boba e gagueje horrores rsrs. Eu li uma história de Sandman que era contada do ponto de vista de um gato. hahahaha Muito bom! Stardust é uma fofura. Quero muito ler Lugar Nenhum e Belas Maldições. Já me falaram que Deuses americanos é um pouco cansativo, mas pensei em arriscar mesmo assim.

  2. Oi Lucy!

    O livro Stardust é muito superior ao filme, inclusive pelo final que é diferente e muito mais interessante. A ilustração é linda.Mas recomendaria ler a obra inteira de Sandman, primeiramente. De fato é a melhor obra que li em toda a vida até agora. Se quiser posso te passar maiores comentários…
    Grande e forte abraço.

    • Oi, Leo!

      Eu sempre acho os livros superiores ao filme, mas o filme também tem um apelo maior para o romance, como sempre. rsrs

      Ah, eu quero mto ler Sandman! Aceito comentários sim, vai me ajudar bastante para o post que quero fazer (mas acho que só farei depois de ler todos, o que pode demorar um pouco. rsrs)
      Bjos bjos!

  3. Falou em Neil Gaiman, olha quem aparece por aqui. XD Oi, Leo!!!
    Eu adoro ele, Lucy!!! Ótimo artigo.
    Aliás, coincidências da vida, estou relendo Belas Maldições, que, na minha opinião, é o melhor livro dele.
    bjks

    • Tks, Mi!
      Eu já tenho na minha lista de desejados Lugar Nenhum e fiquei tentada quando vi Coisas frágeis no submarino rsrs. Vou dar uma olhada e ver se Belas Maldições também está em promoção. hehehe

      Bjos bjos!

  4. Mel, ninguém que eu conheço virou pra mim e disse ter se arrependido de ler Sandman. Eu acho que é uma boa, viu? Mas se quiser começar com um livro, recomendo Stardust ou mesmo Coraline. Tem um outro livro que ñ mencionei na lista ali em cima que se chama Os lobos dentro das paredes, eu não li, mas acho que vindo do Gaiman deve ser coisa boa, viu. rsrs

  5. Cuidado com Sandman. Se vc começar a ler, provavelmente, não vai conseguir parar. ;-)
    Eu acho que Sandman não é apenas HQ, é literatura… e das boas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s