Resenha: A Menina Que Roubava Livros

A primeira vez que li A Menina Que Roubava Livros (Markus Zusak) foi no final de 2008, em meio à preparativos para me mudar pros EUA. Me encantei tanto com a história narrada pela Morte que diversas vezes ignorei o apelo de meus familiares e amigos para me juntar a eles em suas conversas, preferindo saber a história de Liesel Meminger. Esse é um fato triste, eu sei, mas se você começar a ler sobre a ladra de livros, aposto que também se encantará a ponto de não conseguir descansar enquanto não souber o desfecho.

A Menina que Roubava Livros se passa na Alemanha nazista (antes e durante a guerra) e conta a história de Liesel Meminger, a filha de pais comunistas que é levada para a casa dos Hubberman, sua família adotiva. Se você está pensando que é apenas mais uma das histórias dos horrores da II Guerra Mundial , está enganado. O ponto de destaque de A Menina que Roubava Livros é a narradora: ninguém mais ninguém menos que a própria Morte, tão presente naquela época. Liesel escapou da Morte três vezes, o que a faz achar Liesel Meminger extremamente interessante. Além da narração cativante e do humor sardônico, um dos fatos mais atraentes desse livro é a possibilidade de vermos que nem todos os alemães apoiavam o partido nazista, e que muitos arriscavam sua vida e a vida de seus familiares para fazer o que julgavam certo. Outro fatointeressante é o de que a maioria de nós, apaixonados por Literatura, se identifica com Liesel e sua paixão pelos livros. Sendo privada de uma educação de qualidade, ela demora algum tempo para entender que palavras podem mudar o mundo, e a partir de então seu mundo não é mais o mesmo.

De autoria do australiano Markus Zusak e publicado em 2005, A Menina que Roubava Livros ganhou mais de 10 prêmios, incluindo o Printz Award em 2007. Mas pra mim o principal prêmio é o status que ele ganhou na minha estante: favorito.

Os direitos de adaptação do livro para as telas do cinema foram vendidos para a 20th Century Fox, mas ao que tudo indica o projeto foi congelado sem previsão de sair algum dia.

Ficha Técnica

Título: A Menina que Roubava Livros (The Book Thief)
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Páginas: 480
Avaliação: 5/5 estrelas

14 respostas em “Resenha: A Menina Que Roubava Livros

  1. Eu adoro adoro esse livro! Eu meio que perdi ele…no meio do empresta-empresta… mas adoro mto esse livro! Beleza de resenha Ily!
    Não sei se gostaria de ver um filme sobre… mas as adaptações podem me surpreender! haha

    • Eu acho que gostaria de ver um filme, mas teria medo da narração brilhante da Morte com todas as suas ironias se perder…

  2. Eu amo, amo, AMO esse livro! Eu chorei bastante quando o li, e o achei de uma sensibilidade tocante. Ainda fico triste até hoje de ter perdido a oportunidade de conhecer o autor na Bienal do Livro de 2007 – mas eu ainda não tinha lido o livro. Inclusive o estade da Íntrínseca era lindo! Tinha uma parte com essa capa do livro, e eles te emprestavam o guarda-chuva vermelho para você tirar a foto como se participasse da capa! Ideia muito bacana!

    • Awww que lindo!!! Poxa, eu queria conhecer o Zusak, ele parece ser muito gente boa. Não vejo a hora dele lançar um novo livro! Não me lembro se chorei ou não a primeira vez, mas lembro que fiquei um bom tempo encarando o nada depois da Liesel beijar o Rudy… uma das cenas mais tristes que já li.

    • Não é? Já leu o outro dele, Eu Sou o Mensageiro? Não é tão bom quanto Book Thief, mas certamente chega perto!

  3. Puxa vida, teve uma época que eu podia ter adquirido esse livro e não adquiri. Agora estou com mta vontade de ler e nem posso. u_u’
    Adorei a resenha, Ily!

    Meninas, passei um meme na chocolateria! Enjoy!
    bjos bjos

    • Poooxa Lu… não tem ebook? Não, mas esse é um livro pra se ter, honestamente! Meu pai tem, quando fizemos festa surpresa pra ele um dos amigos me ligou pra pegar ideias de presentes e eu na hora falei “nossa, ele tá louco pra ler A Menina que Roubava Livros”, sendo que ele nunca nem tinha ouvido falar desse livro hahaha. Mas ele gostou bastante também!

  4. Pingback: Ano Novo, Lista Nova! | Por Essas Páginas

  5. Pingback: Capas de Livros | Por Essas Páginas

  6. Amooooooooooo muitoooooooooo esse livro!!
    Depois que eu li ele perdi a vontade de ler outro livros porque amei de mais esse!!
    nunka pensei ler um livro tão bomm!!

  7. Pingback: Capas de Livros « Por Essas Páginas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s