Resenha: A Guerra dos Tronos

Num dos raros momentos em que me peguei assistindo televisão há algumas semanas, tive a sorte de ver o comercial de uma nova série da HBO, A Game of Thrones (A Guerra dos Tronos no Brasil). O título não me pareceu estranho e o comercial era simplesmente perfeito, então consultei nosso bom e velho amigo Google, apenas para descobrir que se tratava do primeiro livro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, que um amigo havia me recomendado há algum tempo. Como a série estréia aqui nos Estados Unidos esse mês, resolvi comprar o livro e lê-lo imediatamente. Não me arrependi.

As Crônicas de Gelo e Fogo é uma série com quatro livros publicados, e mais três para serem lançados (o quinto tem lançamento previsto para Julho deste ano – no Brasil, os dois primeiros títulos foram lançados pela Editora Leya). Trata-se de uma história épica, narrada por diversos personagens. A história principal se passa nos Sete Reinos de Westeros, que foram conquistados e obedecem à um só Rei, Robert Baratheon. O Rei se dirige à Winterfell, cidade governada por Eddard (Ned) Stark, patriarca da Casa Stark, uma das diversas famílias nobres e poderosas. Robert e Eddard são amigos de infância, e quando Robert propõe que Eddard assuma o cargo de “Conselheiro do Rei” Eddard se vê obrigado a aceitar, devido à suspeita de seu precedente não ter morrido de causas naturais. Eddard se dirige para o sul, onde eventualmente a Guerra dos Tronos é desencadeada, na qual quem tem poder quer mantê-lo e quem não tem quer conquistá-lo – alguns por razões nobres, outros nem tanto.

A Guerra dos Tronos é narrada constantemente por 8 personagens (além de um que faz uma breve aparição no prólogo):

Lord Eddard Stark, Conselheiro do Rei;
Lady Catelyn Stark, esposa de Eddard, da Casa Tully;
Sansa Stark, filha mais velha de Catelyn e Eddard, que sonha com príncipes e finais felizes;
Arya Stark, filha mais nova de Catelyn e Eddard, que quer aprender a lutar com espadas;
Bran Stark, filho do meio de Catelyn e Eddard, que sofre um acidente no começo do livro;
Jon Snow, filho bastardo de Eddard, que se junta aos Guardiões da Noite por não haver um lugar para ele na Casa de seu pai;
Tyrion Lannister, anão, irmão da Rainha Cersei;
Darnaerys (Dany) Targaryen, princesa da Rocha do Dragão (Dragonstone), cujo pai foi retirado do trono por Robert Baratheon.

Através desses pontos de vista divergentes e com uma linguagem crua e envolvente, George R. R. Martin nos conduz à um mundo fictício onde confiança encontra traição, e honras são testadas constantemente. Com personagens bem desenvolvidos (quem não sente pena de Jon Snow ou não tem vontade de abraçar Bran e Arya?), e uma mistura de mitologia com sobrenatural, A Guerra dos Tronos consegue fazer com que se queira desesperadamente saber o que acontece, ao mesmo tempo em que sente-se medo em descobrir o que se encontra nas páginas seguintes.

No canal da série no YouTube há diversos vídeos de bastidores, foco em personagens e suas respectivas Casas, bem como os primeiros 15 minutos da série que estréia dia 17 de Abril.

Ficha Técnica
Título: A Guerra dos Tronos – As Crônicas de Gelo e Fogo, vol. 1
Autor: George R. R. Martin
Editora: Editora Leya
Tradutor: Jorge Candeias
Classificação: 5 estrelas

16 respostas em “Resenha: A Guerra dos Tronos

    • Assim… não na medida que estamos acostumadas. A Sansa é prometida ao Joffrey e se apaixona por ele, e a Dany acaba se casando, e a Catelyn e o Eddard obviamente são apaixonados… mas romance definitivamente não é o foco. Aliás, o Jon Snow (um dos meus personagens preferidos) jura não se envolver com ninguém quando se junta à Night Watch e tudo mais. Mas de certa forma, amor e/ou sexo está ligado à praticamente tudo hahaha

  1. Eu comecei a ler e posso dizer que estou gostando. Assim, estou praticamente no comecinho, poucos capítulos, mas foram suficientes para atiçar a curiosidade.

    • Tá onde exatamente, Lu? Eu achei muito interessante, me lembrou um pouco (bem pouco) Senhor dos Anéis. E tô tão empolgada pra série, não vejo a hora! Adoro o Bran!

      • Acho que ainda capítulo 4, depois que o Ned descobre que o Robert morreu. (acho)

    • Ah eu também tropeço se isso te faz se sentir melhor. Mas deixo pra lá, tento entender o contexto hahaha. E no capítulo 4, ele descobre que o Jon Arryn morreu, não? Que era o Hand of the King antes? Não vejo a hora de você terminar ou pelo menos chegar numa certa parte pra eu poder surtar com alguém haha

      • Sim, eu acabei me confundindo, achando que era o Robert! hahah Sou doida mesmo!
        Pior foi ontem, eu com tempinho pra ler no inglês e descubro que esqueci o livro no trabalho. Argh!

  2. Pingback: Ano Novo, Lista Nova! | Por Essas Páginas

  3. Pingback: Resenha: A Fúria dos Reis | Por Essas Páginas

  4. Eu gostei, mas admito que no começo até uma certa parte achei meio monótono, quando o livro fica realmente bom então acaba rsrs preciso do segundo agora e depois vai ser assim eu acho até terminar o 5 livro sempre precisando do próximo pra alimentar minha curiosidade rsrs

    • Hahaha eu adoro livros assim, que nos deixam loucos pela continuação. E entendo quando você diz que o começo é realmente complicado, acho que em todos os livros dessa série eles são, viu… muitos personagens, muitos nomes diferentes, acaba ficando difícil até a gente pegar o ritmo. Mas persista, vale a pena!! Eu li até o 4 e prometi que não pegaria o 5 até ano que vem, mas os dedos coçam viu!!🙂

  5. Eu demorei pra ler a resenha pq não queria spoilers. Está perfeita, Ily. Parabéns.
    Eu simplesmente caí de amores pela série. Devorei os dois primeiros livros em menos de um mês e já estou lendo o terceiro, que acabou de ser lançado. Simplesmente genial, não há outra palavra pra descrever. Fora o fato que tu sempre acaba se identificando com um personagem ou outro….
    E tu esqueceu de mencionar que o Regicida da série é igualzinho ao Prince Charming do Shrek.😄 Eu fico esperando que a Ugly Stepsister apareça do nada e o abrace. huhahahahaha

  6. Pingback: Resenha: A Fúria dos Reis « Por Essas Páginas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s