Resenha: An Abundance of Katherines

Confesso que resolver ler An Abundance of Katherines entre um livro e outro de uma série de ficção científica não foi uma boa ideia. Resolver lê-lo logo após ter terminado outro livro de John Green também não agradou muito, e talvez por isso eu tenha me sentido um pouco decepcionada com Katherines no começo. Mas – como era de se esperar – isso não durou muito tempo, e quando engrenei na leitura, foi difícil parar.

Colin é uma criança prodígio que tem medo de ter atingido seu ápice no Ensino Médio. Ele também tem suas manias: sabem como algumas pessoas só bebem Coca-Cola ou só usam roupas pretas? Pois é, Colin só namora Katherines. Ele nunca planejou isso, simplesmente foi acontecendo. E depois de um tempo, namorar Katherines acabou virando uma obsessão.

Quando Katherine XIX termina com ele, Colin perde a cabeça. Hassan, seu melhor amigo (“eu não sou um terrorista!”) o convence a pegar o carro e sair sem destino em uma viagem para superar a perda de sua mais nova Katherine. Durante a viagem, Colin decide trabalhar no que ele chama de Teorema Fundamental de Previsibilidade de Katherines. De alguma forma, Colin acredita que o primeiro passo para reconquistar Katherine XIX é provar o Teorema.

Recheado de bom humor, é impossível que nerds do mundo inteiro não se identifiquem com Colin. Quem nunca teve aquele amigo que virava pra você e falava “isso não é interessante” ou “não venha me falar sobre livros de novo”? Um dos pontos altos de Katherines são as notas de rodapé, nas quais Colin explica os fatos que Hassan julga não serem dignos de interesse.

Se você é como Colin e não tem sorte com Katherines, dê uma chance às de John Green; pode ser que Katherines não sejam melhores que Alaska ou Graysons, mas elas valem a pena!

Ficha Técnica
Título: An Abundance of Katherines (sem título no Brasil)
Autor: John Green
Editora: Dutton Juvenile
Páginas: 227
Classificação: 4 estrelas

11 respostas em “Resenha: An Abundance of Katherines

  1. Ahhhh!!! Adorei!!!! Hahahahaha… Parece ser bem divertido!!
    Pra variar, Katherines está na minha prateleira (culpa sua!)!!! Espero conseguir ler até o final do ano! o.O Hahahahaha…
    Beijos!!!

  2. Ola. Belo blog. O meu se chama POET “Pages Of Erased Text”. Gostaria de uma informação (ou opinião). Sei que há bilhões de livros e ebooks no mundo, mas você sabe se tem muita gente que faz “blog-book”? O “blog-book” é um ebook publicado em blog (escrito e publicado simultaneamente, geralmente por capitulo). Estou iniciando um e gostaria de ter mais informação sobre isso, pois achei pouca coisa quando pesquisei.
    E então? “blog-book”, alguém já ouviu falar? Confere aqui http://pagesoferasedtext.blogspot.com/
    O nome do book é “Illegitimate”. Espero que goste. Obrigada desde já.

    • Ainda não tem em português, mas eu sei que na Livraria Cultura tem ele. É muito legal. John Green é muito legal, Mi, vale a pena!

  3. To com muita vontade de ler. Parace ser legal. Eu vi o videoblog dele e é bem divertido.

    Já foi traduzido pra português?

    • Eu adoro os vlogs dele e do Hank, são muito bons! Infelizmente ainda não… o único livro dele traduzido pra português é Looking for Alaska que eu também recomendo, foi o primeiro dele que eu li e é um dos meus livros favoritos!

  4. Droga, deu vontade de ler. As resenhas de vocês são muito boas. Suas bobonas!!!!!😛

    Mas ainda não tem em português, então esperaremos. Minha preguiça mental vergonhosa para ler em inglês (Harry Potter foi uma nobre exceção gerada pelo desespero extremo né) me faz adiar livros que ainda não foram traduzidos rsrs…

    Mas achei muito interessante, ainda mais por ser nerd! E que capa cômica foi essa imitando uma fórmula?! hahaha Eu me lembrei do algoritmo da amizade do Sheldon!!

    • A minha capa de Katherines é diferente, mas essa é a minha favorita! Adoro demais! Olha, comece a ler John Green pelo primeiro livro dele, que já tem em português: Quem é Você, Alasca? Tem resenha aqui no blog também, procura por ela e dá uma lida se tiver em dúvida. É muito bom! Katherines é bom também e eu recomendo, mas leia Alaska que tá em português e é maravilhoso! John Green vale a pena!

  5. Pingback: Meu Autor de Cabeceira: John Green | Por Essas Páginas

  6. Pingback: Meu Autor de Cabeceira: John Green « Por Essas Páginas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s