Livros de terror – algumas recomendações

Olá! Hoje é Dia das bruxas e queria fazer um post diferente, falando de literatura de terror (horror), algo bem assustador para animar a rodinha de amigos em uma noite fria como será a de hoje (aqui em São Paulo, pelo menos. rsrs).

Bem, eu acho difícil falar de terror e não lembrar dos clássicos, então o primeiro autor que recomendo é o Edgar Allan Poe, usando o terror psicológico e com seus personagens geralmente cometendo atos infamos ou sofrendo de algum tipo de doença. Destaque para Assassinatos na Rua Morgue, O Corvo e A carta roubada. Não sou mestra em falar desse autor, mas Edgar Allan Poe serviu de inspiração para outros autores, inclusive Sir Arthur Conan Doyle e o nosso querido Sherlock Holmes.

Partindo para o lado ainda mais “fantasioso” do terror, por assim dizer, podemos citar também outros clássicos como Drácula, de Bram Stoker e Frankenstein, de Mary Shelley e a Volta do parafuso, de Henry James (olha a coincidência, visitei uma amiga esse domingo e este livro estava lá. Será um sinal?).

Atualmente eu considero de maior destaque para estórias de terror o autor Stephen King (não estou puxando o saco). A Mi já falou sobre ele aqui e só quero enfatizar que se você quer sentir adrenalina e calafrios em uma leitura, procure pelo sr King como companhia, não vai se arrepender. Como recomendação, comecem por Carrie. O iluminado e A coisa já são mais… assustadores. hehehe

Ainda há outras obras de terror, mas vou ficando por aqui. Não vou entrar no quesito vampiros ou bruxas – embora hoje seja o dia das bruxas – porque não lembro de nada que envolva bruxaria que seja tão assustador. Claro, recomendo As brumas de Avalon e no topo da lista Harry Potter (em tempo: hoje é Potter day!!!)

Alguma recomendação para livros de terror?

26 respostas em “Livros de terror – algumas recomendações

  1. Lucy, gostei muito desse post!!!

    Eu achei suas referências ótimas e o Poe é tipo o paizão da literatura de terror e vale muito a pena ler os contos dele. Eu recomendo o “O Coração Delator” que dá muito, muito medo e também “A Queda da Casa de Usher” que é bem sinistrão.

    Eu também não consigo pensar num livro de bruxas que seja realmente assustador, pelo menos eu não conheço. A maioria das histórias com bruxas que eu conheço são dramáticas, de aventura ou engraçadas.

    E Harry Potter, claro, porque nunca vamos esquecer! hahahaha

    • Acho que hoje qdo se pensa em bruxos, a gente lembra de cara do Harry. hahahah!

      Ah, eu gostei desses títulos, Mel! Estou pensando seriamente em no ano que vem fazer o “ano do terror”, para eu tirar o atraso de leituras desse tipo. rsrs
      bjos!

  2. A história de terror mais assustadora que já li foi um conto da Shirley Jackson chamado The lottery. Infelizmente nunca encontrei em português.
    Belo post, Lucy.😉
    Leia A volta do parafuso. É o Dom Casmurro das histórias de terror. Tu não tem como ter certeza se a personagem realmente está sendo assombrada ou se ela é histérica. Super recomendo.

    • Eu li a sinopse e fiquei mto curiosa. Será que tem filme desse A volta do parafuso? Vou pesquisar também. hehehe

      Valeu, Mi! Vc que me ajudou bastante!
      bjs!

    • Tem um conto do Richardson (acho que ele é ele mesmo) chamado “Button, Button” que até virou filme e é um dos troços mais assustadores da vida. História muito bem bolada, mas dá um nervoso desgraçado.

      Agora o livro que mais me deu medo na vida foi 1984. Não é de terror, mas é a coisa mais aterrorizante do mundo. Até o King diz que o livro que mais dá medo nele.

      • 1984 é pavoroso. Eu realmente fiquei com medo dele. Distopias futuristas são sempre tenebrosas.

      • Gente, e eu de vez em qdo pegando esse livro pra comprar. o.o”’ Agora não sei mais. rsrs

  3. Lucy, então esse é o post de terror que você falou ontem! Muito legal!!!😀
    Hahahaha “A Volta do Parafuso” em cima da minha prateleira deve ter sido um sinal. Tô lendo ele devagarinho, tô gostando, mas como é um clássico, eu me arrasto um pouco mais. Mas a história tá sempre bem legal por enquanto mesmo, uma experiência diferente, e como disse a Mi, você nunca sabe se a personagem tá imaginando tudo aquilo ou se está acontecendo de verdade.
    Poe como disse a Mel é um paizão, mas eu consigo o nome de outro paizão do terror também, que influenciou inclusive o mestre King: Lovecraft. Ok, às vezes a literatura do Lovecraft também é arrastada, mas não dá pra negar que a imaginação dele é perturbadora. Eu vi Call of Cthulhu e super recomendo, aliás, eu um dia quero um Cthulhu de crocrê que nem esse aqui: http://1.bp.blogspot.com/-yNDrattorCk/Tnt7oDfd_5I/AAAAAAAAAEA/LVT5lguD99M/s320/CuddlyCthulhuFront.jpg
    Eu adoro os livros do King, não tem nem o que falar né? Tudo no universo dele – porque ele criou um universo em torno das histórias dele – é maravilhoso e aterrorizante. Mas apesar de adorar todos os livros dele, por incrível que pareça, o que mais me assusta nele são os contos, e talvez por isso eu também adore escrever contos macabros. A leitura mais aterrorizante que eu fiz foi o conto “O fantasma”, original “The Boogeyman”, do livro dele “Sombras da noite”. Putz, esse conto é de gelar os ossos. Muito pertubador também é o “Ex-Fumantes Ltda”. Eu adoro inteiro esse livro de contos. Recomendo para leitura no Halloween!
    Ah, e como esquecer dos zumbis nesse dia?! Vou aproveitar para ver Walking Dead, mas que também tem a sua HQ, que é uma literatura de terror que eu super recomendo.
    E hoje é o PotterDay!!! Como esquecer do nosso bruxo mais querido (eu tenho ele em Lego agora huhuhuhuhu, obrigada, queridona!).
    Gosh, acho que eu me empolguei demais nesse comentário. Eu esqueço da vida falando de terror. Lucy, eu ADOREI seu post!!! E ah, quase ia esquecendo, você falou das Brumas!!! Eu quero ler os dois últimos livros, mas quero a edição antiga, tô camelando pra encontrar hahaha…. E os dois livros que você falou do King foram os primeiros que eu li dele. A Coisa ainda não li, preciso ler, mas vi o filme, e adoro o Pennywise hahahahaha Palhaços são assustadores…
    Ai caramba, preciso parar o comentário senão fico a vida inteira aqui falando de terror!
    Feliz Dia das Bruxas e cuidado que hoje os fantasmas podem sair nas ruas!!!😀

      • Lindo né? Eu vou pedir pra minha mãe fazer! hahahahahahahaha

    • Hahaha! Adorei seu comentário, Kakazinha!
      Vou ler esse livro de contos que vc recomendou. Gostei da indicação de HQ! hahah Nossa, acho que de HQ temos ainda mais estórias macabras, tipo os quadrinhos da Vertigo e o Constantine! rsrs Além de livros com zumbis, tipo Apocalipse Z e Orgulho e Preconceito e Zumbis, esse último sendo bem irreverente. rsrs

      Vou procurar alguma coisa do Lovecraft, vc me deixou curiosa. hahaha
      Bjs bjs!

      • Oba! hahahaha😀 Eu fiquei empolgadíssima comentando, porque terror é meu ponto fraco… rs🙂
        Esse livro é ótimo, leia sim! De luzes apagadas… HOHOHOHO Tô brincando, melhor acesa né!
        HQ eu ando protelando de ler Walking Dead, mas ainda vou ler, porque eu amo a série. E você lembro bem de Constantine, é mesmo bem macabro…
        Quero tanto ler Apocalipse Z, mas já tenho muitos livros e quero ver se abaixa. Ou se pego pra trocar.
        Lovecraft influenciou acho que muito do terror que temos por aí. O Felipe que leu e me conta, mas eu ainda não li nada dele, por ser arrastado. Mas eu vi o filme do Call of Cthulhu e foi bem legal! Bem sinistro.

    • Eu não curto muito o Lovecraft não porque eu acho que o lance dele é mais horror, e eu gosto de terror, do troço psicológico mesmo.

      A Coisa é o segundo livro que mais me deu medo na vida.

      E King é king, não tem como. Tem um filme ótimo baseado em “A Hora do Vampiro” chamado “Mansão Marsten” que também é um dos filmes que mais senti medo (pelo terror mesmo, não por horror nem nada disso).

      Tem um curta do Ex-fumantes Ldta! Meu pai tem um VHS com vários curtas baseados em contos do King e é sensacional! Nunca achei ninguém que tivesse…

      • Eu já vi esses curtas, Mel! Mas eu baixei, suamos aqui para encontrar, mas encontramos! É bem legal esse do Ex-Fumantes hahahaha… Mas o conto me deu mais… aflição, eu diria.
        Eu vi Mansão Marsten, ficou bem feito, eu achei. O livro eu já tinha lido antes por causa da Torre Negra e do Pére Callahan.🙂
        Ainda preciso ler A Coisa, só vi o filme e fiquei meio decepcionada. Eu ri no final e isso não é legal com King, significa que o filme tinha alguma coisa errada… (aquelaaranhagiganteidiota)

  4. Nossa… e eu achava que poucas pessoas se empolgavam com literatura de terror (horror). Tenho lá minha pequena mega coleção de King, e uma edição de obras completas do Poe lindíssima. Um livro do King q para mim foi uma experiência, digamos, interessante, foi “Desespero”. Não vou nem começar a destrinchar a lista de livros do King, senão lá sei vai minha tarde de trabalho. Um dos primeiros contos que li do Poe e que ficou na memória foi o “The Black Cat”. Para as apaixonadas por gatos pode ser um pouco perturbador! hehe
    Em se tratando de livros de bruxas, há uma trilogia com um enredo interessante e até meio chocante dos “anos de ouro” da Anne Rice: “Lives of the Mayfair Witches” (“The Witching Hour” [sempre achei o melhor], “Lasher” e “Taltos”).
    É isso… chega! De volta ao trabalho!

    Treat or tricks?!?!?!

    • Cara, essa trilogia das bruxas é simplesmente genial. Acho o melhor livro da Anne Rice. Só foi uma pena ela querer fazer do Lasher um Lestat da vida e não ter ficado só com The Witching hour. O que estragou foi a continuação. Mas fantástico como ela expõe todas aquelas gerações de bruxas e a maneira como elas lidavam com o fantasma. Me empolguei.😄 Mas é tão raro achar alguém que tenha lido esse livro.

      • Hahaha! Acho que vc, a Drika, a Kakazinha e a Mel teriam mto o que falar de livros de terror/horror e principalmente Stephen King. ^^

        Dri, já li The Black Cat e fiquei arrepiada. hahaha Imagina se eu ler os outros mais fortes, hein? Mas eu chego lá.

        Bjos!

      • Puxa, fiquei curiosa com esse “The Witching Hour”. Vou procurar saber dele porque gosto muito de histórias de bruxas. Eu to doida pra por as mãos no “Wicked”.

    • Lucy, vai no seu tempo. Eu mesma sei meus limites. Eu dou conta de terror, não dou de horror. Eu gosto do troço psicológico, quando passa pro físico/cruel/escatológico eu não consigo mais. Stephen King pra mim é o máximo do horror que minha mente consegue suportar. Tanto que não leio os contos (só com recomendação de gente confiável que sei que não vai me sacanear) justamente porque sei que eles são os mais horríveis (no bom sentido).

      Poe é muito legal. Ele mexe com o psicológico como ninguém e em pouquíssimas páginas!!!

      • Os contos do King realmente são medonhos. Foram os únicos que me deixaram sem dormir.
        Mel, leia A hora das bruxas. Acho que tu iria apreciar bastante. Mas já aviso que não é uma história leve, tem umas coisas bem pesadas pra quem tá acostumado só com as crônicas vampirescas da Anne Rice… Mas as bruxas são encantadoras, com suas histórias e suas tragédias. Até me deu vontade ler de novo.

    • Meow, deu super vontade de ler esse conto do Poe, vou procurar!!!😀
      Desespero é muito bom… eu já vi o filme! E Misery?! Tenso!!! >.<

  5. Legal o post Lu! Infelizmente não posso contribuir muito porque sou uma cagona pra literatura de terror. Ou mesmo filmes. Tenho medo e não tenho vergonha de admitir hahaha. Mas já li Poe e adorei, e também já me encantei com Stephen King, embora realmente não seja pra mim. Agora, As Brumas de Avalon eu não gostei. Todo mundo fala super bem e tal e eu li inteira, mas sei lá, algo não clicou pra mim.

    Ah, e em homenagem ao Potter Day, eu comecei a ler Harry Potter pras meninas. Vamos ver se elas empolgam….

    • Sério, Ily? Eu AMO Brumas e é uma das histórias mais significativas pra mim. Nossa, sempre choro no relato da Nimue e talz… Mas realmente, quando as histórias não clicam não adianta forçar a barra. Não tem como mesmo não.🙂

      Ler em voz alta ajuda a empolgar crianças sim. Faz as vozes dos personagens, foi assim que minha irmã começou a gostar!!! Nada como mostrar HP pras novas gerações… Eu sou entusiasta total e encho o saco dos meus alunos… hahahaha

    • Pra falar a verdade, eu quis fazer o post de feliz, pq também não sou conhecedora desse tipo de literatura e pouco li dele. hahaha

      As Brumas de Avalon me falaram que é um “must-be-read book”, então já garanti meus exemplares, estão lá me aguardando. rsrs

      Ah, eu to tentando fazer o meu sobrinho de 9 anos ler HP (na verdade desde o ano passado) e não sei se consigo… O Felipe é mais curioso, o Matheus é todo preguiçoso pra leitura. hahaha Boa sorte com as meninas!

  6. Ótimo post Lucy! Como eu já havia falado, eu não leio muito esse gênero, então nem tinha muito o que recomendar! Mas lendo o seu texto, bem, eu li vários contos do Edgar Allan Poe (para o curso de inglês) e nossa, eu gostei bastante!
    As Brumas de Avalon, eu comecei a ler o primeiro, mas não gostei muito não, então acabei deixando de lado. Mas eu vou tentar ler novamente!
    E Harry Potter… Harry Potter É Harry Potter!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s